terça-feira, 28 de setembro de 2010

Ontem hoje e Talvez amanhã!

Ontem  hoje  e Talvez amanhã!


“Dor e solidão
Angustia e desepero
Há tempos isso se estende na vida
A solidão dói ,dói de mais!
O coração esta ferido
O brilho esta sem luz a alma esta triste
A perda o remorso
Algemam -me junto a angustia e a tristeza
A prisão chama-se solidão
Foram anos para ter o que tivemos
Segundos para perder o que conquistamos
Quando penso ter vencido logo vejo-me
Triste e enfraquecido!
Tudo conquistado torna-se perdido
Inconquistável
A vida é de pobreza
O ideal é um amor
Viver e vivenciar sonhos e emoções
A dor da solidão enfraquece minha alma”


Nenhum comentário:

Postar um comentário